Liderança e a integridade interior

Business Woman Within Ring in SandLiderança é sempre um desafio a ser encarado, seja a liderança da empresa, da equipe, da família, da relação e a mais subestimada delas: a liderança de si mesmo! Das próprias emoções, pensamentos, limitações e atitudes.

Confesso que negligenciei a minha quando deixei as limitações tirarem o foco de coisas que realmente são importantes para mim, como por exemplo: escrever neste blog, compartilhar o que aprendo e vivencio e continuar aprendendo através da troca que tenho com todos.

Tomar consciência é o primeiro passo para qualquer transformação e portanto, assumo aqui minha responsabilidade por ter me afastado … mas estou de volta! Assumindo as rédeas e escolhendo o que desejo manifestar em minha realidade.

A liderança de nós mesmos passa inevitavelmente por um degrau nem sempre fácil de ser transposto: a humildade de reconhecer nossas limitações e assumí-las, principalmente, internamente. A chamada INTEGRIDADE INTERIOR.

A honestidade que exigimos do outro, precisa nascer primeiro dentro de nós. Sermos honestos conosco não é tão simples como parece. Vou usar meu exemplo… me afastei do canal e naturalmente sabia disso, mas contei uma história bem “bonita” pra mim mesma: “Estou muito ocupada para escrever, não tenho tempo, estou com outras prioridades, etc, etc, etc..”, mas querem saber a verdade? Escrever não é algo fácil para uma pessoa exigente e perfeccionista como eu. Cada texto eu reviso 800 miiil vezes, mudo, critico, julgo… me dá um trabalhão todo este processo que, obviamente, nasce de um medão! rs Então esta semana encarei a verdade e pude ser honesta comigo de que estava com medo de escrever. Parei de me justificar e estou aqui! Encarando meu medo e o desafio!

Poderia ter ficado só na integridade interior, que já seria o suficiente para o propósito de promover a transformação, mas resolvi bancar a integridade EXTERIOR também e ser honesta com todos que acompanham meu trabalho. Sou nova neste “ramo” dos blogs e confesso que é um desafio e tanto escrever com alguma frequência, mas que estou disposta a encarar!

Tudo isso para concluir que devemos SIM encarar de frente nossos medos, nossas limitações, sermos honestos conosco e assumirmos para nós mesmos que somos sim muitas vezes egoístas, medrosos, invejosos, raivosos, julgadores, etc, etc etc… somos humanos, temos sombras e enquanto tentarmos escondê-las de nós mesmos elas ficarão mais fortes e atuarão inconscientemente em nossas vidas, à nossa revelia.

Convido a todos a olharem com honestidade para suas sombras e limitações, pois só o fato de tomarmos consciência delas, sem tentar nos justificar internamente, apenas olharmos para o que É e ficarmos com isso… é o suficiente para desencadear a transformação necessária e assim, nos tornando excelentes lideres de nós mesmos!

Feliz em estar de volta!

Gratidão!

Rajany

 

 

 

Deixe um comentário